"Brinquedo de furar moletom" Individual de Jaime Lauriano

Tendo em mente suas pesquisas sobre mapas coloniais e a história da violência no Brasil, o artista propõe, por meio de tijolos portugueses, uma espécie de barricada. Acima desse longo
muro que ocupa três galerias do espaço, miniaturas de transportes relacionados ao
militarismo, à defesa e à violência. Três caravelas, um tanque de guerra, um avião de guerra e
27 miniaturas de carros da polícia militar pousam sobre os tijolos como se estivesse a defender
o espaço interno do museu. As miniaturas desses carros representam as vinte e sete capitais
do Brasil e tiveram seus modelos extraídos de modelos de automóveis comumente utilizados
pela instituição: o caveirão (Rio de Janeiro), a base móvel da Polícia Militar de São Paulo e
quatro modelos populares (Palio, Gol, Fiat Uno e pick-up).

11.AUG - 25.NOV
Museu de Arte Contemporânea de Niterói
Mirante da Boa Viagem, sem número

De 10:00 às 18:00