ArtRio

'A obra como espelho" I Individual de Marilou Winograd

Centro Cultural Correios | Rua Visconde de Itaboraí, 20 - Centro | 09.NOV - 07.JAN

“Assim como Lewis Caroll em Alice no País das Maravilhas, pretendo levar o visitante da minha exposição para ‘o outro lado do espelho’”, afirma, metaforicamente, Marilou Winograd. A artista visual comemora duas décadas de carreira na individual “a obra do espelho”, no Centro Cultural Correios, no Centro, sob a curadoria de Ruy Sampaio. Obras grandes - instalações de 3 metros de altura por 6 metros de largura -, formam conjuntos ao lado de outras menores, como as quarenta caixas acrílicas que ostentam dedais, agulhas e fios de cobre que tecem redes de memórias que se ampliam, na concepção da artista. Fotografias ampliadas com layers de outras imagens rasgadas sobrepostas funcionam “como se atravessassem os espelhos através das camadas da obra, numa viagem ao tempo/memória do visível, tornando o invisível parte da obra”, explica a artista.