ArtRio

Agenda

Agenda
dezembro
janeiro
fevereiro
  • 15.DEC - 09.FEB 'O contexto da linha' - coletiva Mercedes Viegas Arte Contemporâne | Rua João Borges, 86 - Gávea

    +

    A desconstrução das formas para seu elemento mais básico: a linha. Antonio Bokel, Camile Sproesser, Cela Luz, Cristina Lapo, Duda Moraes, Elvis Almeida, Goia Mujalli, Gustavo Speridião, Julio Villani, Luiz d’Orey, Marcia Thompson, Marco Veloso, Marcus André, Sandra Mazzini e Talitha Rossi participam da última exposição do ano promovida pela galeria Mercedes Viegas Arte Contemporânea. X

  • 14.DEC - 25.FEB 'A União Soviética através da câmera' I Coletiva Paço Imperial | Praça XV de Novembro, 48 - Centro

    +

    A exposição “A União Soviética através da câmera”, com curadoria de Luiz Gustavo Carvalho e Maria Vragova, é composta por obras de seis fotógrafos da antiga União Soviética, de diversas regiões deste “país fantasma”. Através do olhar de diferentes artistas de grande renome internacional, de formações e estéticas distintas, o público carioca poderá fazer uma viagem a uma cultura longínqua, conhecendo os seus habitantes e a história deste país. As fotografias retratam a vida cotidiana na Rússia pós-Stalinista, iniciando em 1956, ano em que Nikita Khruschev denuncia os crimes cometidos por Josef Stalin (morto em 1953) e, 1991, quando ocorre a dissolução da União Soviética. X

  • 12.DEC - 28.FEB 'A parte funda da piscina' I Individual de Mauricio Valladares LURIXS: Arte Contemporanea | Rua Dias Ferreira, 214 - Leblon

    +

    A LURIXS: Arte Contemporânea inaugura a primeira exposição individual do fotógrafo, radialista, DJ e jornalista Mauricio Valladares: A Parte Funda Da Piscina. Com curadoria de Raul Mourão, a mostra reúne de 23 fotografias selecionadas do livro Preto e Branco, lançado pela editora Automática. X

  • 30.NOV - 25.DEC 'O Ilusionista' I Individual de Luiz Phillipe Galeria Marcia Barroso do Amaral | Shopping Cassino Atlântico (subsolo, sala 129) - Copacabana

    +

    O artista Luiz Philippe, mineiro radicado no Rio desde os anos 80, apresenta uma série de trabalhos marcados pelo desvio da realidade através de tromp-l’oeils e falsas perspectivas. Com abertura no dia 30 de novembro, a individual “Ilusionista” reúne 17 esculturas e assemblages (entre peças únicas e múltiplos), inéditas em sua maioria. X

  • 23.NOV - 22.DEC 'É preciso ver no escuro" I Individual de Laércio Redondo Galeria Silvia Cintra | Rua das Acacias 104 - Gavea

    +

    Na exposição “É preciso ver no escuro”, o artista Laercio Redondo retoma a questão da memória coletiva e seus apagamentos em quatro diferentes leituras feitas a partir de fragmentos do seu arquivo pessoal, colecionadas por ele nos últimos 17 anos. X

  • 22.NOV - 21.DEC Ma - coletiva Luciana Caravello Arte Contemporânea | R. Barão de Jaguaripe, 387 - Ipanema

    +

    As obras da exposição possuem uma geometria sensível, paletas rebaixadas, comcores de baixa intensidade, que se contrapõem ao mundo atual, onde temos sempre muitas imagens, muitas cores e muitas informações por todos os lados. “São obras que caminham na contramão de um presente marcado pelo regime do espetáculo, da aceleração e da hipervisibilidade”, afirma a curadora Luisa Duarte. X

  • 22.NOV - 16.DEC 'A Queda' I Coletiva Galeria Movimento | Av. Atlântica 4.240 | Ljs. 212 e 213 - Copa

    +

    Interessada na dinâmica e vigorosa produção de artistas contemporâneos brasileiros, a Galeria Movimento inaugura o Programa Mover-se, que contará com exposições anuais organizadas por curadores e artistas convidados. No dia 21 de novembro, será aberta a primeira edição, com curadoria de Ivair Reinaldim. “A Queda” traz obras de artistas que não fazem parte do acervo da galeria. São eles: Angela Od, Bárbara Mangueira, Maria Mattos e Zé Carlos Garcia. A mostra ficará em cartaz até 16 de dezembro. X

  • 17.NOV - 17.DEC Marina Monumental Marina da Glória | Av. Infante Dom Henrique s/n - Glória

    +

    Com curadoria do Marc Pottier, chega a Marina da Glória a segunda edição do evento Marina Monumental. Com o tema 'Arte Móvel', 18 obras de arte contemporânea de grandes dimensões serão expostas nos jardins integrando-se à paisagem carioca. Os artistas participantes são: Amelia Toledo, Anna Helena Cazzani, Carmelo Arden Quin, Coletivo Muda, Eduardo Srur, Erwan le Bourdonnec, Gustavo Prado, Luiz Monken, Marcelo Jacome, Mariana Manhães, Maritza de Orleans e Bragança, Oskar Metsavaht, Paulo Nenflidio, Raul Mourão, Renata Adler, Thiago Toes, Xavier Veilhan, Zoe Dubus. X

  • 14.NOV - 14.JAN 'Mil histórias, duas rotas' - Bet Katona e Roberta Cani Centro Cultural Justiça Federal | Avenida Rio Branco, 241 - Centro

    +

    São cerca de 34 obras, todas pinturas, entre acrílica sobre tela e óleo sobre tela. Apresentam um recorte das trajetórias de Bet e de Roberta, que muitas vezes se cruzam, mas constituem uma narrativa em aberto. As duas artistas têm o mesmo enfoque do urbano em suas obras. Assim é a exposição: obras que dialogam entre si e com o urbano, mas que contam histórias e vivências distintas. X

  • 10.NOV - 08.FEB Laura Erber e Marcelo Jácome Martha Pagy Escritório de Arte | Visconde de Pirajá 35/ 14 andar - Ipanema

    +

    A artista visual e escritora Laura Erber mostra ​ ​uma nova série de desenhos e prossegue na exploração do comportamento insubordinado das linhas, reforçando seu aspecto gráfico sobre o fundo agora preto. Cada desenho apresenta um momento ou cena do enovelamento de diversas linhas que parecem crescer e se multiplicar caoticamente a partir de um núcleo invisível. Marcelo Jácome assim define a nova produção: "Essa série de trabalhos ressurge de uma época em que a rua foi por um tempo ateliê. Um tempo em que percebi que cor e precariedade seriam terrenos interessantíssimos de exploração. Essas colagens aparecem neste momento como afirmação dessas duas instâncias constituintes do meu trabalho. Assim sendo, ofereço a vocês Madureira Pop. " X

  • 09.NOV - 07.JAN 'A obra como espelho" I Individual de Marilou Winograd Centro Cultural Correios | Rua Visconde de Itaboraí, 20 - Centro

    +

    “Assim como Lewis Caroll em Alice no País das Maravilhas, pretendo levar o visitante da minha exposição para ‘o outro lado do espelho’”, afirma, metaforicamente, Marilou Winograd. A artista visual comemora duas décadas de carreira na individual “a obra do espelho”, no Centro Cultural Correios, no Centro, sob a curadoria de Ruy Sampaio. Obras grandes - instalações de 3 metros de altura por 6 metros de largura -, formam conjuntos ao lado de outras menores, como as quarenta caixas acrílicas que ostentam dedais, agulhas e fios de cobre que tecem redes de memórias que se ampliam, na concepção da artista. Fotografias ampliadas com layers de outras imagens rasgadas sobrepostas funcionam “como se atravessassem os espelhos através das camadas da obra, numa viagem ao tempo/memória do visível, tornando o invisível parte da obra”, explica a artista. X

  • 08.NOV - 07.JAN 'Memória e Transformação' I Individual de Mário Camargo Centro Cultural Correios | Rua Visconde de Itaboraí - Centro

    +

    Em “Memória e Transformação”, Mário Camargo utiliza a pintura, mas de uma maneira diferente da usada em outras exposições. A pintura parece saltar da tela, deixando de ser enquadrada nos chassis, na busca da transformação em um objeto, escultura, instalação ou simplesmente deixar parte da pintura sair do retângulo. Na instalação, esta busca fica evidente. A transformação é exercida na procura de transpor a barreira da antiga presença. Por meio das tiras, que são resultados de telas rasgadas e repintadas, uma nova representação busca a terceira dimensão ou simplesmente a saída dos chassis”, adianta o artista. X

  • 25.OCT - 22.DEC 'Jazz' I Individual de Henri Matisse CAIXA Cultural Rio de Janeiro – Galeria 1 | Av. Almirante Barroso, 25 - Centro

    +

    A mostra reúne 20 pranchas impressas com a técnica au pochoir, feitas especialmente para o álbum Jazz, publicado em Paris, em 1947. As imagens variam da abstração a figuras de grande vivacidade, mescladas a um texto manuscrito impresso em fac-símile no qual Matisse (1869-1954) tece observações sobre assuntos diversos. O próprio autor esclarece que a composição aborda assuntos ligados ao circo, contos populares e viagens, com ritmo identificável aos sons de uma orquestra de jazz. X

  • 14.SEP - 15.JAN Povo Insônia | individual de Toz Museu da Chácara do Céu | Rua Murtinho Nobre 93 - Santa Teresa

    +

    A concepção da exposição dialoga com as origens imaginárias do Povo Insônia, uma civilização cuja proveniência é desconhecida, mas fazem eco à identidade brasileira e à riqueza de todas as influências culturais dos diversos povos que, ao chegarem ao Brasil, participaram da construção dessa identidade diversa. Com uma linha curatorial baseada na afetividade, o projeto expográfico propõe ao público um percurso pelos diferentes espaços do museu: o jardim, onde será realizada uma instalação artística-sonora, as 2 galerias de exposições temporárias onde serão reunidas obras exclusivas, entre elas telas, esculturas e objetos diversos assim como uma instalação artística e enfim uma ocupação dos espaços expositivos do museu. X

  • 25.JUL - 28.DEC O Colecionismo no Brasil - Eugène Boudin e os Barões de São Joaquim Museu Nacional de Belas Artes | Avenida Rio Branco, 199 - Centro

    +

    A exposição reúne 24 obras, sendo 22 telas e dois desenhos, centrada nas telas de Boudin, além de outros artistas franceses deste acervo, como Alfred Sisley, Edouard Detaille e François Bonvin. Funcionamento: de terça a sexta, de 10h às 17h; sábado, domingo e feriado, de 13h às 17h. Ingresso: R$ 8,00 (inteira), R$ 4,00 (meia) e ingresso família (para até 4 membros de uma mesma família) a R$ 8,00. Grátis aos domingos. X

  • 16.MAY - 04.MAR Dja Guata Porã: Rio de Janeiro indígena | coletiva Museu de Arte do Rio | Praça Mauá, 5 - Centro

    +

    Mostra trata da história do estado do Rio como história indígena. Concebida a partir da colaboração de povos, aldeias e indígenas que residem no estado ou na capital carioca, a exposição é fruto de um processo de diálogo conduzido entre 2016 e 2017 pela equipe de pesquisa, curadoria e educação do MAR. Funcionamento: de terça a domingo, de 10h às 17h. Entrada: R$ 20,00 (meia-entrada: R$ 10,00). Gratuidade às terças-feiras. X

  • 01.JAN - 31.DEC Genealogias do Contemporâneo - Coleção Chateaubriand e MAM Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro | Av. Infante Dom Henrique, 85 - Centro

    +

    Exposição panorâmica que reúne artistas fundamentais da arte brasileira entre os anos 1920 e 1970. As obras são agrupadas em quatro núcleos que põem em evidência questões que atravessam o imaginário poético moderno e contemporâneo, a partir do contexto cultural específico em que as obras foram produzidas. São elas: 1 – Brasil: visões e vertigens; 2 – Cidades partidas: conflitos e afetos; 3 – Corpos híbridos: identidades em trânsito; 4 – Respirações geométricas. Funcionamento: de terça a sexta, das 12h às 18h. Sábado, domingo e feriado, das 11h às 18h. Ingresso: R$14,00 (estudantes maiores de 12 anos e maiores de 60 anos: R$7,00). Amigos do MAM e crianças até 12 anos: entrada gratuita. Quartas a partir das 15h: entrada gratuita. Domingos: ingresso família, para até 5 pessoas: R$14,00. X

  • 15.APR - 31.DEC MAM: sua história, seu patrimônio | coletiva Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro | Av. Infante Dom Henrique, 85 - Centro

    +

    Exposição tem como objetivo difundir a história da Instituição e da sua arquitetura, para que o visitante possa compreender tudo o que o MAM Rio representa e abriga. Aqui se pode olhar a maquete junto a cronologia da arquitetura e dos presidentes do Museu, podendo-se perceber de que forma todo este conjunto foi construído. A reunião de imagens e documentos aqui levantados pretende trazer a tona fatos importantes tanto para o Museu quanto para a História da Arte e do Cinema no Brasil. Funcionamento: de terça a sexta, das 12h às 18h. Sábado, domingo e feriado, das 11h às 18h. Ingresso: R$14,00 (estudantes maiores de 12 anos e maiores de 60 anos: R$7,00). Amigos do MAM e crianças até 12 anos: entrada gratuita. Quartas a partir das 15h: entrada gratuita. Domingos: ingresso família, para até 5 pessoas: R$14,00. X

  • 15.DEC - 09.FEB 'O contexto da linha' - coletiva Mercedes Viegas Arte Contemporâne | Rua João Borges, 86 - Gávea

    +

    A desconstrução das formas para seu elemento mais básico: a linha. Antonio Bokel, Camile Sproesser, Cela Luz, Cristina Lapo, Duda Moraes, Elvis Almeida, Goia Mujalli, Gustavo Speridião, Julio Villani, Luiz d’Orey, Marcia Thompson, Marco Veloso, Marcus André, Sandra Mazzini e Talitha Rossi participam da última exposição do ano promovida pela galeria Mercedes Viegas Arte Contemporânea. X

  • 14.DEC - 25.FEB 'A União Soviética através da câmera' I Coletiva Paço Imperial | Praça XV de Novembro, 48 - Centro

    +

    A exposição “A União Soviética através da câmera”, com curadoria de Luiz Gustavo Carvalho e Maria Vragova, é composta por obras de seis fotógrafos da antiga União Soviética, de diversas regiões deste “país fantasma”. Através do olhar de diferentes artistas de grande renome internacional, de formações e estéticas distintas, o público carioca poderá fazer uma viagem a uma cultura longínqua, conhecendo os seus habitantes e a história deste país. As fotografias retratam a vida cotidiana na Rússia pós-Stalinista, iniciando em 1956, ano em que Nikita Khruschev denuncia os crimes cometidos por Josef Stalin (morto em 1953) e, 1991, quando ocorre a dissolução da União Soviética. X

  • 12.DEC - 28.FEB 'A parte funda da piscina' I Individual de Mauricio Valladares LURIXS: Arte Contemporanea | Rua Dias Ferreira, 214 - Leblon

    +

    A LURIXS: Arte Contemporânea inaugura a primeira exposição individual do fotógrafo, radialista, DJ e jornalista Mauricio Valladares: A Parte Funda Da Piscina. Com curadoria de Raul Mourão, a mostra reúne de 23 fotografias selecionadas do livro Preto e Branco, lançado pela editora Automática. X

  • 14.NOV - 14.JAN 'Mil histórias, duas rotas' - Bet Katona e Roberta Cani Centro Cultural Justiça Federal | Avenida Rio Branco, 241 - Centro

    +

    São cerca de 34 obras, todas pinturas, entre acrílica sobre tela e óleo sobre tela. Apresentam um recorte das trajetórias de Bet e de Roberta, que muitas vezes se cruzam, mas constituem uma narrativa em aberto. As duas artistas têm o mesmo enfoque do urbano em suas obras. Assim é a exposição: obras que dialogam entre si e com o urbano, mas que contam histórias e vivências distintas. X

  • 10.NOV - 08.FEB Laura Erber e Marcelo Jácome Martha Pagy Escritório de Arte | Visconde de Pirajá 35/ 14 andar - Ipanema

    +

    A artista visual e escritora Laura Erber mostra ​ ​uma nova série de desenhos e prossegue na exploração do comportamento insubordinado das linhas, reforçando seu aspecto gráfico sobre o fundo agora preto. Cada desenho apresenta um momento ou cena do enovelamento de diversas linhas que parecem crescer e se multiplicar caoticamente a partir de um núcleo invisível. Marcelo Jácome assim define a nova produção: "Essa série de trabalhos ressurge de uma época em que a rua foi por um tempo ateliê. Um tempo em que percebi que cor e precariedade seriam terrenos interessantíssimos de exploração. Essas colagens aparecem neste momento como afirmação dessas duas instâncias constituintes do meu trabalho. Assim sendo, ofereço a vocês Madureira Pop. " X

  • 09.NOV - 07.JAN 'A obra como espelho" I Individual de Marilou Winograd Centro Cultural Correios | Rua Visconde de Itaboraí, 20 - Centro

    +

    “Assim como Lewis Caroll em Alice no País das Maravilhas, pretendo levar o visitante da minha exposição para ‘o outro lado do espelho’”, afirma, metaforicamente, Marilou Winograd. A artista visual comemora duas décadas de carreira na individual “a obra do espelho”, no Centro Cultural Correios, no Centro, sob a curadoria de Ruy Sampaio. Obras grandes - instalações de 3 metros de altura por 6 metros de largura -, formam conjuntos ao lado de outras menores, como as quarenta caixas acrílicas que ostentam dedais, agulhas e fios de cobre que tecem redes de memórias que se ampliam, na concepção da artista. Fotografias ampliadas com layers de outras imagens rasgadas sobrepostas funcionam “como se atravessassem os espelhos através das camadas da obra, numa viagem ao tempo/memória do visível, tornando o invisível parte da obra”, explica a artista. X

  • 08.NOV - 07.JAN 'Memória e Transformação' I Individual de Mário Camargo Centro Cultural Correios | Rua Visconde de Itaboraí - Centro

    +

    Em “Memória e Transformação”, Mário Camargo utiliza a pintura, mas de uma maneira diferente da usada em outras exposições. A pintura parece saltar da tela, deixando de ser enquadrada nos chassis, na busca da transformação em um objeto, escultura, instalação ou simplesmente deixar parte da pintura sair do retângulo. Na instalação, esta busca fica evidente. A transformação é exercida na procura de transpor a barreira da antiga presença. Por meio das tiras, que são resultados de telas rasgadas e repintadas, uma nova representação busca a terceira dimensão ou simplesmente a saída dos chassis”, adianta o artista. X

  • 14.SEP - 15.JAN Povo Insônia | individual de Toz Museu da Chácara do Céu | Rua Murtinho Nobre 93 - Santa Teresa

    +

    A concepção da exposição dialoga com as origens imaginárias do Povo Insônia, uma civilização cuja proveniência é desconhecida, mas fazem eco à identidade brasileira e à riqueza de todas as influências culturais dos diversos povos que, ao chegarem ao Brasil, participaram da construção dessa identidade diversa. Com uma linha curatorial baseada na afetividade, o projeto expográfico propõe ao público um percurso pelos diferentes espaços do museu: o jardim, onde será realizada uma instalação artística-sonora, as 2 galerias de exposições temporárias onde serão reunidas obras exclusivas, entre elas telas, esculturas e objetos diversos assim como uma instalação artística e enfim uma ocupação dos espaços expositivos do museu. X

  • 16.MAY - 04.MAR Dja Guata Porã: Rio de Janeiro indígena | coletiva Museu de Arte do Rio | Praça Mauá, 5 - Centro

    +

    Mostra trata da história do estado do Rio como história indígena. Concebida a partir da colaboração de povos, aldeias e indígenas que residem no estado ou na capital carioca, a exposição é fruto de um processo de diálogo conduzido entre 2016 e 2017 pela equipe de pesquisa, curadoria e educação do MAR. Funcionamento: de terça a domingo, de 10h às 17h. Entrada: R$ 20,00 (meia-entrada: R$ 10,00). Gratuidade às terças-feiras. X

  • 15.DEC - 09.FEB 'O contexto da linha' - coletiva Mercedes Viegas Arte Contemporâne | Rua João Borges, 86 - Gávea

    +

    A desconstrução das formas para seu elemento mais básico: a linha. Antonio Bokel, Camile Sproesser, Cela Luz, Cristina Lapo, Duda Moraes, Elvis Almeida, Goia Mujalli, Gustavo Speridião, Julio Villani, Luiz d’Orey, Marcia Thompson, Marco Veloso, Marcus André, Sandra Mazzini e Talitha Rossi participam da última exposição do ano promovida pela galeria Mercedes Viegas Arte Contemporânea. X

  • 14.DEC - 25.FEB 'A União Soviética através da câmera' I Coletiva Paço Imperial | Praça XV de Novembro, 48 - Centro

    +

    A exposição “A União Soviética através da câmera”, com curadoria de Luiz Gustavo Carvalho e Maria Vragova, é composta por obras de seis fotógrafos da antiga União Soviética, de diversas regiões deste “país fantasma”. Através do olhar de diferentes artistas de grande renome internacional, de formações e estéticas distintas, o público carioca poderá fazer uma viagem a uma cultura longínqua, conhecendo os seus habitantes e a história deste país. As fotografias retratam a vida cotidiana na Rússia pós-Stalinista, iniciando em 1956, ano em que Nikita Khruschev denuncia os crimes cometidos por Josef Stalin (morto em 1953) e, 1991, quando ocorre a dissolução da União Soviética. X

  • 12.DEC - 28.FEB 'A parte funda da piscina' I Individual de Mauricio Valladares LURIXS: Arte Contemporanea | Rua Dias Ferreira, 214 - Leblon

    +

    A LURIXS: Arte Contemporânea inaugura a primeira exposição individual do fotógrafo, radialista, DJ e jornalista Mauricio Valladares: A Parte Funda Da Piscina. Com curadoria de Raul Mourão, a mostra reúne de 23 fotografias selecionadas do livro Preto e Branco, lançado pela editora Automática. X

  • 10.NOV - 08.FEB Laura Erber e Marcelo Jácome Martha Pagy Escritório de Arte | Visconde de Pirajá 35/ 14 andar - Ipanema

    +

    A artista visual e escritora Laura Erber mostra ​ ​uma nova série de desenhos e prossegue na exploração do comportamento insubordinado das linhas, reforçando seu aspecto gráfico sobre o fundo agora preto. Cada desenho apresenta um momento ou cena do enovelamento de diversas linhas que parecem crescer e se multiplicar caoticamente a partir de um núcleo invisível. Marcelo Jácome assim define a nova produção: "Essa série de trabalhos ressurge de uma época em que a rua foi por um tempo ateliê. Um tempo em que percebi que cor e precariedade seriam terrenos interessantíssimos de exploração. Essas colagens aparecem neste momento como afirmação dessas duas instâncias constituintes do meu trabalho. Assim sendo, ofereço a vocês Madureira Pop. " X

  • 16.MAY - 04.MAR Dja Guata Porã: Rio de Janeiro indígena | coletiva Museu de Arte do Rio | Praça Mauá, 5 - Centro

    +

    Mostra trata da história do estado do Rio como história indígena. Concebida a partir da colaboração de povos, aldeias e indígenas que residem no estado ou na capital carioca, a exposição é fruto de um processo de diálogo conduzido entre 2016 e 2017 pela equipe de pesquisa, curadoria e educação do MAR. Funcionamento: de terça a domingo, de 10h às 17h. Entrada: R$ 20,00 (meia-entrada: R$ 10,00). Gratuidade às terças-feiras. X