ArtRio

O universo tropical de Pedro Varela

Na noite de terça-feira, 21 de março, o artista Pedro Varela inaugura sua primeira individual na galeria Luciana Caravello Arte Contemporânea. O título da exposição, “Un passé qui ne passe pas”, vem de Henry Rousso, um dos historiadores mais importantes da corrente que vai buscar uma história contemporânea, que investiga como o passado recente reverbera nos dias de hoje.

Este fio condutor se expressa através de personagens conceituais (às vezes históricos, às vezes ficcionais), da representação do universo tropical, das relações sociais e da forma como se vive hoje. Pedro apresenta um conjunto de obras monocromáticas em sua maioria, com personagens que surgem no meio de um emaranhado de plantas, caules e flores. São recortes da história da arte, personagens anônimos e famosos, estereótipos, referências da cultura popular.

A questão histórica sempre esteve presente nos trabalhos de Pedro, mas nunca de forma tão direta. Isso surgiu aos poucos; a série preta e branca com personagens brotando começou em 2005. Mas a preocupação do artista não é com a história em si, com algo distante que já não faz parte das nossas vidas.

Estão na mostra duas pinturas coloridas grandes de 150 x 150 cm, mais quatro monocromáticas grandes e cinco pequenas, além de alguns desenhos recortados. O texto da exposição é do curador Marcelo Campos. “Minha ideia é abordar o que ainda está vivo, mesmo que precise recorrer aos bandeirantes, a imagens de gravuras e cartas náuticas antigas e personagens históricos. No meio desse caldo entram referências mais novas como Herzog enforcado, Brasília e Tarsila do Amaral.“

A mostra vai até o dia 20 abril. A Luciana Caravello Arte Contemporânea fica na Rua Barão de Jaguaripe, 387 - Ipanema. Funcionamento: de segunda a sexta, de 10h às 19h, e sábado de 11h às 15h. Entrada gratuita.