ArtRio

Portas Vilaseca Galeria apresenta individual de Raquel Nava

Com inauguração marcada para a noite de 17 de março, a exposição "Suturas", da artista brasiliense Raquel Nava com curadoria de Raphael Fonseca, reúne trabalhos tridimensionais e em fotografia realizados nos últimos anos.

Com uma pesquisa que se iniciou na pintura, o interesse da artista caminhou para a utilização de elementos advindos da natureza animal em suas obras. Sua pesquisa, como ela mesma afirma, "aponta para o ciclo da matéria orgânica e inorgânica em relação aos nossos desejos e hábitos culturais". Ela busca, portanto, a "transformação de valores em nossa relação com os animais ao longo de um período histórico e de um contexto urbano".

Coleciona, então, mercadorias que ainda encontramos com restos biológicos de bichos, justapondo-as à materiais industriais de uso cotidiano ou  à objetos que buscam mimetizar elementos da natureza. Algumas obras da exposição podem ser enxergadas como pequenas cirurgias entre elementos orgânicos de diferentes naturezas que criam uma narrativa estranha ao olhar do público -  daí o título "Suturas".

Por outro lado, sua experimentação com a fotografia congela essa tridimensionalidade e apresenta ao público imagens que dialogam com a tradição clássica da pintura de naturezas-mortas, porém com inevitável aspecto que se movimenta entre o kitsch e o pop. A individual, portanto, se configura com uma oportunidade do público conhecer melhor suas investigações recentes e sua capacidade de construir imagens impactantes em diferentes mídias. Raquel Nava teve o anúncio de representação feito pela galeria recentemente.

A exposição vai até o dia 28 de abril de 2017. A Portas Vilaseca Galeria fica na Av. Ataulfo de Paiva, 1079, ss 109, Leblon, Rio de Janeiro, RJ. Funcionamento: de segunda a sexta, de 11h às 19h, e aos sábados das 11h às 14h. Entrada gratuita.