ArtRio

2015

O Prêmio FOCO Bradesco ArtRio tem como objetivo fomentar e difundir a produção de artistas visuais emergentes, com até 15 anos de carreira. Em sua terceira edição, foram selecionados três artistas brasileiros: Beto Shwafaty, Carla Chaim e Carlos Mélo. Eles tiveram a oportunidade de participar de residências artísticas, com bolsas para se dedicarem exclusivamente às suas pesquisas durante o período de seis semanas, em três importantes instituições do cenário atual. Além de individuais nesses espaços, o trio também expôs na ArtRio 2015, em um stand especial do prêmio.

A seleção dos vencedores foi feita por um Comitê Curatorial independente que tem direção de Bernardo Mosqueira e a participação de Isabel Portella (Galeria do Lago), Fernanda Brenner (Pivô) e Sally Mizrachi (Lugar a Dudas). Os ganhadores foram divulgados no dia 9 de setembro de 2015, na abertura para convidados da feira.
Agenda
Júri / Residências
Premiados
Galeria de Fotos
  • Galeria do Lago
    Rua do Catete, 153, Catete - Rio de Janeiro
    Localizada na área externa do Museu da República, a Galeria do Lago apresenta programas contínuos de exposições de arte contemporânea de artistas nacionais e estrangeiros, que visam a discutir aspectos da produção da arte atual, com obras que de alguma maneira se relacionem com a instituição.

    Curador(a): Isabel Sanson Portella
    Formada em museologia pela Uni-Rio, com pós graduação da PUC em História da Arte e Arquitetura do Brasil, mestrado e doutorado em crítica de arte na EBA. Atualmente trabalha no Museu da República como pesquisadora de acervo e como consultora de exposições na Galeria do Lago – espaço de arte contemporânea.
  • Pivô
    Avenida Ipiranga, 200 loja 54 (Edifício Copan), São Paulo
    Espaço de arte autônomo e sem fins lucrativos, que se articula através de exposições, projetos específicos, workshops, ateliês temporários, residências, atividades educativas e palestras. O PIVÔ dedica mais atenção às particularidades de cada projeto e propicia possibilidades de atuação mais flexíveis aos artistas e pesquisadores convidados. O espaço realizou, desde sua inauguração, mais de 30 projetos e acolheu cerca de 210 artistas, entre eles Cildo Meireles, Carmela Gross, Lenora de Barros, Matheus Rocha Pitta, Mario Garcia Torres, Lais Myrrha e Rodolpho Parigi.


    Curador(a): Fernanda Brenner
    Estudou cinema na Facom-Faap e trabalha como artista visual e diretora artística do espaço Pivô Arte e Pesquisa. Como artista participou de uma série de exposições coletivas entre elas "Arquivo Aberto da Senhora Thomas", na Galeria Emma Thomas e "Retratos: The Last Headline", na Galeria Bergamin. Entre 2003 e 2009 trabalhou no departamento de arte de filmes, séries de televisão e publicidade como "Ensaio Sobre a Cegueira" e "Som e Fúria", de Fernando Meirelles, "Carnaval dos Deuses" de Tata Amaral e foi premiada com o Candango de Melhor Direção de Arte no Festival de Brasilia de 2012 com o filme "Vestido de Laerte", de Pedro Marques e Claudia Priscilla. Desde 2011 se ocupa da gestão e desenvolvimento do Pivô, projeto que fundou e
    segue atuando como diretora artística. Recentemente foi curadora convidada do programa Inside the White Cube, na sede brasileira da galeria britânica White Cube, em que realizou a exposição coletiva “Até aqui Tudo Bem”.
  • Lugar a Dudas
    Calle 15 Norte # 8N-41, Barrio Granada, Calí
    Espaço independente sem fins lucrativos que promove e difunde a criação artística contemporânea através de um processo articulado de investigação, produção e confrontação aberta. Lugar a Dudas é um laboratório para fomentar o conhecimento da arte contemporânea, facilitar o desenvolvimento de procesos criativos e provocar a interação da comunidade através das práticas artísticas. Como lo sugere seu nome ("Lugar de Dúvidas") é um espaço de reflexão e crítica contínua, sobre as práticas artísticas e as complexidades do mundo atual.

    Curador(a): Sally Mizrachi
    Nasceu em 1958 em Cali, na Colombia, onde vive e trabalha. É formada em Línguas Modernas pela Universidad del Valle (1976), Desenho de Moda pelo Instituto Esmoda (1986) e Gestão Cultural (2004). A partir de 2004, fez parte do grupo de artistas que, junto a outros profissionais criaram e desenvolveram o projeto Lugar a Dudas, que é coordenadora desde então.